domingo, abril 30, 2006 3 Sensações de Mar

Algo de momento...

Se eu morresse hoje, queria ser enterrado no mar... as algas seriam aconchego e as criaturas do mar, meus companheiros da eternidade...

quinta-feira, abril 20, 2006 1 Sensações de Mar

TEMPO

O tempo parou em mim. Não sei porque razão, mas o tempo não mais voltou. Os dias que não são dias e os anos que há muito deixaram de ser anos.
O tempo que eu queria ficou lá longe... onde as montanhas dormem e os rios secam...

Escapam-se momentos e morrem vivências...
E o tempo não volta, porque ao possuir-me, deixou para trás os relógios gastos e fantasmagóricos que o mundo ainda ousa ostentar.

terça-feira, abril 11, 2006 4 Sensações de Mar

SONHOS


Sonhos de amar
Sonhos de te ter
Sonhos de partir
Sonhos de sentir
Sonhos de desejar
Sonhos de querer
Sonhos de morrer...

Sonhos e Sonhos...
e tudo me enjoa...
segunda-feira, abril 10, 2006 5 Sensações de Mar

HOJE


Hoje de manhã uma amiga minha perguntou-me porque não cheguei a cantar... é verdade... acordo e deito-me a cantarolar gastas canções que me preenchem a alma.

Mas hoje não me apeteceu... o tempo estava cinzento e os pássaros nas árvores, entoavam estranho silêncio. Fui apanhado por um saudosismo angustiante que me castrou as cordas vocais...

Hoje estou mudo...
Hoje os silêncios é que fluem no meu espírito...
sábado, abril 08, 2006 3 Sensações de Mar

NOITE SOLITÁRIA

Pergunto a mim próprio o porquê de a solidão nos afectar tanto.
Vamos para o fundo e sentimos as nossas forças quebrarem-se com uma agonia brutal!
Parece que nada vale a pena... tudo é vão...

Como desejo que o amanhã chegue, para por fim a esta tempestade de maresia e areia que não encontram praia onde pousar.
3 Sensações de Mar

INICIO

Navego num mar de vida que não conheço...
Em ondas revoltas lanço meu nome

e p´lo barulho das águas estremeço.



 
;